Capitólio: O paraíso escondido

0
297

Capitólio está localizado no estado de Minas Gerais e faz parte da Serra da Canastra, a 280km de Belo Horizonte.

Capitólio: O paraíso escondido
Capitólio: O paraíso escondido

Até pouco tempo atrás era desconhecida e recebia poucos visitantes. Mas a descoberta dos pontos turísticos ao longo dos anos e a beleza do lugar se espalhou rapidamente entre os brasileiros.

Capitólio é uma das cidades banhadas pelo Lago de Furnas, mais conhecido como “Mar de Minas”, um dos maiores lagos artificiais do mundo, com 1440km².

O lugar é muito procurado para aventuras e ecoturismo, já que possui muitas cachoeiras e mirantes.

As atrações ficam distantes do centro e o trajeto pode ser feito de carro.

Há também o aluguel de jipes para curtir o local.

O clima é ameno e as melhores estações para visitar são a primavera e o outono. No verão, muitas cachoeiras são fechadas pelo risco de tromba d’água. O município é composto por mais de 20 cachoeiras e 3 mirantes acessíveis.

Capitólio: O paraíso escondido
Capitólio: O paraíso escondido

É possível fazer passeio de lancha, chalana e catamarã.

A rede hoteleira é bem completa. Por lá, você encontra resorts, pousadas, hotéis e também 17 campings, para quem curte um pouquinho mais de aventura.

A dica é se hospedar em locais próximos a MG-050, que fica mais bem localizada com relação às atrações.

Capitólio: O paraíso escondido
Capitólio: O paraíso escondido

Na hora de escolher o local de se hospedar, inclua o jantar na diária, pois à noite, a alimentação pela cidade é mais difícil e você vai encontrar apenas nos hotéis e pousadas mesmo.

Praticamente todos os passeios partem da Ponte do Rio Turvo, que fica a 15km do centro de Capitólio.

Os passeios de chalana e catamarã podem durar de 3 a 4 horas e visitam os pontos turísticos da Lagoa Azul e os cânions. Possuem bar e banheiro na acomodação.

 Para quem quer investir um pouco mais, a lancha realiza passeios de 2 a 3 horas e passa por mais dois lugares. Além da Lagoa Azul e dos Cânions, ela passa pelo Vale dos Tucanos e na Cascatinha. 

O Vale dos Tucanos é realmente repleto de tucanos, prepare a câmera fotográfica ou o celular. 

Os mirantes dos cânions ficam a 30km de distância do centro da cidade, após a ponte do Rio Turvo.

Dica bacana: próxima a entrada dos cânions, há uma pequena trilha que dá acesso à parte debaixo da cachoeira Diquadinha e a entrada é gratuita.

Os pontos turísticos mais visitados, além da Lagoa Azul e dos Cânions, são Paraíso Perdido e a Trilha do Sol.

Paraíso perdido, localizado a 40km do centro, recebeu esse nome pelas 18 piscinas naturais, acompanhadas de 8 quedas de águas cristalinas em quartzitos brancos.

O contraste das águas com a vegetação do Cerrado, da Serra da Canastra, forma o cenário perfeito.

Quando mais para dentro se anda, mais bonita a paisagem se torna.

A Trilha do Sol, a 23km do centro de Capitólio, é uma caminhada por cerca de 4km.

A caminhada dá acesso a 3 outros locais: A cachoeira No Limite, a cachoeira do Grito e o Poço Dourado.

A cachoeira No Limite forma um escorregador de pedra amarela e há local para banho na parte superior.

Caminhando mais 1,5km, a cachoeira do Grito exige subir por uma parte mais elevada e depois descer por uma longa escadaria de pedras que leva até o topo da cachoeira. 

Já na parte de baixo há um belo poço de águas cristalinas com um paredão do lado onde você pode tomar aquele banho gostoso de água gelada.

500 metros à frente chega a cachoeira do Poço Dourado. A caminhada é feita por dentro do riacho, aproximadamente 80 metros, andando na agua envolta por paredões de pedra. 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome